Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Elementarista

O meu nome é Matilde Lima e tenho 38 anos. Nasci e cresci numa pequena cidade chamada Famalicão, sai de lá com 18 anos para me aventurar em Lisboa para estudar Arquitetura e Design e onde fiquei a morar até aos dias de hoje.

Elementarista

O meu nome é Matilde Lima e tenho 38 anos. Nasci e cresci numa pequena cidade chamada Famalicão, sai de lá com 18 anos para me aventurar em Lisboa para estudar Arquitetura e Design e onde fiquei a morar até aos dias de hoje.

Encantador apartamento "geométrico"

Este inspirador e encantador apartamento conta com um trabalho ao nível de design de interiores de extremo bom gosto, com muitos elementos sempre encantadores e inspiradores, que nunca nos cansamos de ver. O meu destaque vai a preponderância das formas geométricas, na parede da sala e em vários outros pequenos pormenores. Também se destaca a mesinha de centro simples, de vidro que não ocupa espaço e nunca pode faltar, o magnífico papel de parede do segundo quarto em formato atlas e variados têxteis por toda a casa como tapetes e almofadas que nos dão uma sensação de conforto e calma. 

 

 

 

Este inspirador e encantador apartamento foi criado pelo atelier Spacemakers.

É favor servir bem fria...

Nenhuma estória me seduz tanto como a de uma vingança bem servida, e esta resume-se em dois parágrafos.

 

No auge da sua carreira, o tenista argentino Guillermo Canas foi acusado de doping e irradiado dos courts. De nada valeu ter sido a própria organização de um torneio em Acapulco a enganar-se no medicamento que lhe foi prescrito, muito menos os 700 mil dólares gastos em advogados e recursos judiciais para provar a inocência reclamada.

 

Dizem os amigos que Canas treinou todos e cada dia dos quinze meses que cumpriu castigo, enquanto tombava do 8º para o 514º lugar no ranking ATP. Pelo meio, foi ainda mais humilhado, quando lhe barraram a entrada no Open dos EUA onde pretendia assistir ao jogo da namorada - Maria Emilia Salerni.

 

Regressado à competição, eis que lhe cai numa bandeja a melhor das chances para quem acumulou tanta raiva e tamanha sede de justiça. O imbatível e quase-perfeito Roger Federer, nº 1 do ranking há uma eternidade, estava a cinco vitórias apenas - cinco - de bater um record antigo e que parecera intransponível: o de 46 triunfos consecutivos no circuito profissional de ténis. Em Indian Wells, ainda por cima nos Estados Unidos, Willy Canas só falhou numa coisa: despachou Federer em dois singelos sets sem resposta, com uma rapidez atónita, sem sequer dramatizar a vingança com um pouco de emoção ou dúvida quanto ao melhor.

 

Mas é mesmo assim, fria, que ela se serve, diz quem sabe.

Pesquisar

 

Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D